quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

PREFEITO, VICE-PREFEITO E VEREADORES DE ALTO PARNAÍBA E TASSO FRAGOSO SERÃO DIPLOMADOS DIA 15 DE DEZEMBRO.




PREFEITO, VICE-PREFEITO E VEREADORES DE ALTO PARNAÍBA E TASSO FRAGOSO SERÃO DIPLOMADOS DIA 15 DE DEZEMBRO.


A juíza eleitoral da 11ª Zona, Dra.  Nuza Maria Oliveira Lima, definiu a data da diplomação dos candidatos eleitos para quadriênio (2017-2020), nos municípios de Alto Parnaíba e Tasso Fragoso. 

A solenidade acontecerá no dia 15 de dezembro, às 15h, no plenário da Câmara Municipal de Alto Parnaíba, cidade sede da Zona. Na oportunidade terão assentos, autoridades convidadas e familiares dos eleitos.

A diplomação é um ato formal e solene, previsto no art. 215 do Código Eleitoral, o qual marca o encerramento das atividades da Justiça Eleitoral em relação ao processo administrativo das eleições, e atesta que o candidato foi efetivamente eleito pelo povo, e por isso está apto a tomar posse nos respectivos cargos no dia 1º de janeiro de 2017.

Na oportunidade, serão diplomados os prefeitos, vice-prefeitos e os vereadores eleitos, bem como os primeiros  suplentes de vereadores de cada partido ou coligação das duas cidades. Durante a cerimônia, os mesmos receberão da Justiça Eleitoral o diploma contendo seu nome completo, número de votos recebidos, cargo para o qual foi eleito, entre outros dados.

Em Alto Parnaíba são eles: 

Prefeito - Rubens Japonês - PSDB, Vice-prefeito - Conrado Junior - PCdoB, Vereador Humberto de Cula - SD, Pedro de Ranieri - PV, Gilmar da Padaria – PSDB, Horleide Lacerda – PV, De Assis – PSDC, Guigo  - PSB, Felipe Amorim – PSDC, Maria dos Anjos – PSB e Wladimir Rocha – PDT.

Em Tasso Fragoso são eles: 

Prefeito - Dr. Roberth - PRB, Vice-prefeito - Vinícius Frota - PV, Vereador - Bruno Vida Loka - PRB, Gabriel - PT do B, Naldin - PV, Netinho - PRTB, João Victor – PRB, Chico do Paraiso - PSDB, Quixabeira - PRP, Marcos Lopes – PSDB, Zeca do Lino - PSB.

Vale ressaltar que existe uma grande diferença entre diplomação e posse. A diplomação, como o próprio nome diz, é um diploma que os políticos recebem para exercer aquele cargo e que atesta que o candidato eleito está apto a tomar posse no cargo ao qual foi eleito nas urnas. Já a posse, é a investidura no cargo político.

Por fim, a posse é um ato formal, através do qual os candidatos eleitos assumem efetivamente os mandatos que lhe foram conferidos pelas urnas. A posse é um ato de competência do Poder Legislativo, tão logo os vereadores eleitos tomam posse de seus respectivos mandatos e consequentemente darão posse ao prefeito e vice-prefeito em 1º de janeiro, em horário ainda a ser definido.


sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Reinicio de obras da BR 235 será discutida na tarde de hoje.



Reinicio de obras da BR 235 será discutida na tarde de hoje.

Acontecerá hoje dia (2) de dezembro, às 14h30, na sede da Coapa, em Pedro Afonso, reunião para criação do Movimento BR-235, que vai desenvolver ações para que as obras do trecho da BR-235 entre os municípios de Alto Parnaíba (MA) e Pedro Afonso (TO) sejam concluídas o mais breve possível.

A BR-235 é uma rodovia transversal brasileira que liga Aracaju, em Sergipe, ao Campo de Provas Brigadeiro Velloso em Novo Progresso, no Pará. Ao longo do seu percurso, atravessa os estados de Sergipe, Bahia, Pernambuco, Piauí, Maranhão, Tocantins, além do Pará.

O trecho de 130 km que liga as cidades piauienses de Gilbués à Santa Filomena foi iniciado no final de 2011 e concluído recentemente e já beneficia e alavanca o desenvolvimento social e econômico da região do sudoeste piauiense e sul maranhense, uma vez que facilitou o tráfego entre estas regiões e o Centro Oeste brasileiro.
A equipe de governo do prefeito eleito, Rubens Sussumu (PSDB) de Alto Parnaíba – MA, se fará presente ao evento por entender que esta rodovia é de fundamental importância para a região do MATOPIBA, e viabilizará, o transporte terrestre na última fronteira agrícola do país.

O trecho da antiga estrada do sal, a BR-235, que liga Alto Parnaíba, no extremo sul maranhense, à Lizarda, no Tocantins, por não receber verbas federais, termina recebendo recuperação feita pelos grandes produtores de soja da serra da Bacaba, sendo a última executada pelo agropecuarista Vanildo Castelli.

Acreditamos que com a construção dos 270 km do trecho da rodovia ligando Alto Parnaíba no Maranhão à cidade de Pedro Afonso no Tocantins, fomentará o desenvolvimento de uma região com rico potencial. “Aqui temos uma boa produção de soja, milho, arroz e algodão,  e, esta rodovia, além de ligar os Estados, permitirá o escoamento da produção e o transporte de riquezas.

Não somente irá reduzir custos e incentivar os setores agrícola e industrial; a BR-235 representa elevada importância social, pois terá grande impacto na educação, na saúde, na segurança, na produção e na geração de emprego e renda para as famílias de toda a região.

Por  Carlos Biá.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Tribunal do Júri Condena Neurivan M. da Cunha pela morte de Otávia Lima.



Tribunal do Júri Condena Neurivan M. da Cunha pela morte de Otávia Lima.


Foi realizado na data de ontem, 30 de novembro, sob a presidência da juíza de direito da Comarca de Alto Parnaíba a Dra. Nuza Maria Oliveira Lima, o julgamento do acusado pela morte de Otávia Lima Guimarães, 39 anos, ocorrido no dia 02 de julho de 2013, em sua chácara às margens do Rio Medonho, distante 15 km da cidade.  
  
Após 10 horas de julgamento sem réplica nem tréplica, o corpo de jurados por maioria dos votos acolheu a tese acusatória e  condenou o caseiro Neurivan Mascarenhas da Cunha, 33 anos, por homicídio qualificado contra Otávia Lima Guimarães.

Os debates entre acusação e defesa ocorreram com ética técnica e elegância. Por diversas vezes a acusação assim como a defesa foram aparteados pelas partes, onde estes debateram sobre as provas e falhas no processo. 

O promotor de justiça Dr. Tiago Quintanilha Nogueira sustentou a tese de acusação contra o réu de ser autor do homicídio qualificado, uma vez que impossibilitou a defesa da vítima.
Neurivan(acusado) e Dr. Carlos Pacheco

A promotoria baseou-se nos depoimentos do acusado e dos policiais que fizeram a apreensão, prestados à Polícia e à Justiça, outro que relatou o acontecido foi Kaique, filho da vítima, que intrigado com a demora do retorno de sua mãe que fora à chácara, dirigiu-se ao seu encontro e já encontrou o corpo dentro de um pequeno curso d’água.

O advogado Carlos Fábio Pacheco Santos Reis (defensor dativo) e Dr. Graciliano (advogado convidado), dispensam as testemunhas de defesa  por não oferecer fatos relevantes, os defensores alegaram, ainda,  falta de provas, falha no processo, e, sustentaram a negativa de autoria, atribuindo o crime ao suposto companheiro da vitima. 

A pena imposta ao acusado foi de 16 anos e seis meses, sendo que o réu já tinha cumprido cautelarmente 3 anos e 27 dias . Assim sendo a Dra. Juíza descontou o tempo já cumprido e determinou que Neurivan Mascarenhas da Cunha, cumpra o restante da pena em regime inicialmente fechado de 13 anos, 05 meses e 03 dias.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Acusado da morte de Otávia vai a júri popular nesta quarta-feira.


Acusado da morte de Otávia vai a júri popular nesta quarta-feira.

O Tribunal do Júri se reúne nesta quarta-feira, (30) para o julgamento do caseiro Neurivan Mascarenhas da Cunha vulgo, Louro, no plenário da Câmara Municipal de Vereadores. Ele será submetido a júri popular pela morte da senhora Otávia Lima Guimarães, de 39 anos, que foi encontrada morta no dia 02 de julho de 2013, em sua chácara as margens do Rio Medonho a 15 km da cidade.

De acordo com o Delegado da Polícia Civil de Balsas, Roosevelt Kennedy Monteiro que ouviu o acusado logo após sua prisão, ‘Louro’, teria assumido a autoria da morte de Otávia, pois a vitima tinha lhe reclamado para diminuir sua bebedeira (cachaçada), momento em que sentiu vontade de mata-la. “Foi uma tentação”, disse ele.

O titular do blog Smith Rosa tentou contato com seu (defensor dativo) para saber sobre a linha de defesa e se o réu em depoimento a juízo confirma tal acusação. O blog buscava saber ainda, se a defesa tem elementos que prove sua inocência. Este (advogado), não se encontrava na cidade, porem em seu escritório foi informado que ele se fará presente no julgamento.

Desde então ‘Louro’ se encontra preso à disposição da justiça na Unidade Prisional de Balsas, e nesta quarta-feira será submetido a julgamento, tendo como defensor Dr. Fábio Pacheco Santos, o promotor de justiça é Dr. Tiago Quintanilha Nogueira e a Dra. Nuza Maria Oliveira Lima é a juíza de direito e presidente do tribunal do Júri.